Fazer algum tipo de atividade física requer uma alimentação equilibrada, procurando ter uma boa dieta que faça os resultados serem potencializados. Para uma corrida, existem alguns alimentos que devem ser evitados. 

Passar longe de algumas dessas opções antes de uma prova ou treino ajuda a evitar os problemas no estômago, garantindo uma performance. Podem ser analisados também se a dieta dos pontos funciona para entender como esses alimentos trabalham.

O que não comer?

1 – Frutas vermelhas

Amora, morango, cereja, são ricos em fibras, o que pode trazer desconfortos gastrointestinais. Comer uma ou outra ali não tem problema nenhum no seu rendimento, o problema é que como são frutas pequenas, é mais fácil de acabar exagerando na quantidade. Por isso, preste atenção na quantidade a ser consumida, não ultrapassando oito unidades por dia.

2 – Vegetais folhosos

As bactérias presentes na nossa flora intestinal consomem as fibras solúveis e insolúveis que estão na couve, repolho, espinafre, brócolis, por exemplo. O resultado disso são os gases, até uma distensão abdominal. Um problema que vai só vai piorar caso faça alguma atividade que seja mais intensa. 

Veja Também: 4 itens para ter no seu evento de corrida

3 – Café

Por mais que seja um ótimo estimulante, a cafeína pode irritar a mucosa do estômago e isso vai favorecer o refluxo. Além disso, é uma substância que intensifica a evacuação do bolo fecal. Por isso, pode trazer uma péssima dor de barriga durante o evento.

4 – Carne vermelha

Por ter proteína e gordura, ela demora mais tempo para ser digerida. Então, é melhor evitar comer carne vermelha se estiver planejando uma corrida para não ficar com a sensação de que o seu estômago está pesado, acompanhando até o fim do dia. 

5 – Frutas secas

Por mais que sejam uma ótima fonte de minerais e carboidratos, uma ótima combinação para quem gosta de correr, elas também apresentam muitas fibras, o que vai estimular o funcionamento do intestino, o que pode acabar causando a necessidade de ir ao banheiro no meio do processo. Então, é melhor deixar de lado.

O que comer?

É importante incluir na sua alimentação uma boa fonte de carboidratos, principalmente os complexos. Além disso, uma fonte de proteína magra, que seja pobre em gordura e que possua poucas fibras. 

A refeição deve ser feita entre 30 e 60 minutos antes da atividade física. Ela pode ser um lanche de pão integral, tapioca ou um frango desviado. As quantidades podem variar de pessoa para a pessoa, mas é importante que o cardápio antes de uma atividade física não seja nada muito diferente do que está acostumado a comer para não dar dor de barriga.

Comer alimentos gordurosos podem causar desconfortos gástricos e prejudicar o rendimento no exercício. Por isso, é mais importante tomar cuidado com o que não pode ser ingerido e dar preferência para uma alimentação que já esteja acostumado.

Uma boa dica ainda é consultar um profissional que passe um cardápio que faça uma boa preparação para o organismo ter uma boa performance. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *